Subscribe Now
Trending News
Análises, Jogos

Chicken Police (PC) – Análise

Atualmente são poucos os jogos point and click que aparecem no mercado, devido ao desinteresse do consumidor no passado e graças a isso, este género tem vindo a escassear. Por isso é de louvar o aparecimento de algo do tipo com um conceito tão apelativo, graças à pequena equipa The wild Gentlemen. Chicken Police é exatamente isso, um título que celebra os famosos filmes de detetive dos anos 50, mas com uma pequena reviravolta. Todo o elenco é composto por animais antropomórficos

Um conceito que cativa e intriga

Uma narrativa que nos demonstra uma sociedade povoada de animais. E demonstra como funcionaria a convivência com outras espécies (tendo em conta que os predadores lidam com as suas presas), tendo em conta que esta trata-se de uma narrativa bastante adulta. Neste jogo encarnamos como um galo de seu nome Sonny, que está prestes a se aposentar do seu cargo de policial, mas inesperadamente recebe uma visita que lhe vem ao seu auxílio. Uma mulher que lhe pede que investigue uma situação que lhe acontecera, este aceita o caso devido a um detalhe que remete ao seu passado. Nesta experiência é bastante recorrente ouvir vários monólogos do protagonista, ocasiões de humor “animalesco” onde são presentes diversas piadas que parodiam os vários traços dos animais, inúmeras referências a filmes e series e não só. São estes elementos que chegam para nos cativar e mostrar que temos um intrigante jogo em mãos.

Indie com um trabalho vocal de louvar

Neste título point and clink usamos o cursor para interagir com pessoas e objetos (como é habitual neste estilo de jogos). Temos também diversos minijogos para tornar a experiência mais requintada. Um dos pontos que me chamou a atenção foi a dobragem no jogo, pois são poucos os momentos que a mesma não está presente. Posso também salientar que esta é feita com rigor e com atores de voz com bastante talento e também é raro ver a existência da mesma em jogos indies. Visualmente este é bastante estiloso com mínimos detalhes na sua apresentação, apesar de se estranhar a utilização de cabeças de animais em corpos de humanos (apresentando mínimas características de animais). O mundo é construído em volta de múltiplas características, certas divisões na sociedade graças às suas características, à criação de elementos para a fácil coexistência, entre outros… Para nos emergir neste mundo carregado de crimes e animais, temos um jazz suave (algo típico no género de filmes em que este se inspira). A banda sonora também conta com algumas músicas originalmente interpretadas que são um deleito para acompanhar esta fantástica experiência. Mas o que realmente se destaca é a narrativa e como a mesma foi escrita, as linhas de diálogo de cada personagem, o desempenho dos atores de voz que dão personalidade a todo o elenco, as várias interações dos mesmos, tornam esta misteriosa aventura bastante credível.

Minorias que não atrapalham muito, mas atrapalham

Apesar de que este se tenha tornado no meu indie favorito, infelizmente faltam elementos, mas os mesmos ainda podem ser adicionados futuramente. Começando com a falta de suporte de comando na versão PC, porque mesmo que se trate de um point and click e é a experiência seja melhor a controlar no rato. A existência deste título para consolas, mostra um desleixo da parte da empresa ao não nos dar uma segunda opção. O outro ponto é relacionado ao diário do Sonny, que vai tendo novas informações com o passar do tempo e quando as mesmas são adicionadas, temos no canto direito superior uma notificação. Porém quando o abrimos é difícil compreender o que foi adicionado sendo que nas várias abas não existe nada que se desataque.

 Surpresa do ano

Apesar dos pontos referidos, este jogo é uma das grandes surpresas do ano. Com um excelente elenco de personagens, uma narrativa intrigante e toda uma homenagem aos clássicos filmes noir. Por isso, não deixem este surpreendente jogo ficar de lado.

9.0
Score

Pros

  • Uma homenagem ao estilo noir
  • Volta dos clássicos point and click
  • Design é um regalo para os olhos
  • Elenco composto por varias espécies de animais
  • Banda Sonora
  • Trabalho de voz
  • Caracterização dos personagens
  • Construção do mundo

Cons

  • Não existe suporte para comando
  • Dificuldade em acompanhar as atualizações do diário

Related posts