Subscribe Now
Trending News
Análises, Colecionáveis

A Herança das Cores – Análise

Como foi anunciado no artigo FA editorial – Disponibiliza a sua primeira BD de 2021, já está disponível nas bancas online a banda desenha A Herança das Cores. Esta BD é da autoria de David Revoy, um artista de ilustração, direção de arte, arte conceptual, narrativa e também ensino. Neste momento, David está mais focado em webcomics (sendo a sua obra mais conceituada Pepper&Carrot), apresentando também um fantástico portfólio gráfico, e também diversos prémios nas áreas da ilustração. Também trabalha como letrista para banda desenhada. Além disso, ministra por vezes palestras, realiza oficinas e cursos de argumentação, criação de narrativas, produção de BD independente e publicação de webcomics. Podem sempre consultar os seus tutoriais e portfólio em www.davidrevoy.com. A A Herança das Cores, tem a adaptação de Flávio C. Almeida e edição da FA, em português.

O Mundo Cinzento…

A Herança das Cores, ilustra um tema sensível e difícil, sobre o impacto que o ambiente dentro do seio familiar pode refletir no mundo das crianças, e como estas tentam lidar com as consequências do que vivem dentro de suas casas.
Nesta banda desenhada seguimos a perspetiva de uma criança, que apresenta um desenho à professora em tons muito escuros de pretos e cinzentos, que representam uma menina e um “gatafunho” (mostrando o conflito que ela vive).
Observando com espanto o trabalho exibido, a sua professora, tenta passar a mensagem que não faz mal usar cores, mesmo que sejam para representar elementos da nossa imaginação.

Durante o regresso a casa, a nossa pequena protagonista começa a refletir no que a professora lhe disse. E assim, a menina com o desenho na mão, observa o mundo que a rodeia, e começa a perceber que na verdade o mundo tem cores, e que pode pintá-las da forma que quiser.
Ao longo da viagem, a criança vive diversas aventuras, que a ajudam a encontrar novas cores para colorir o seu mundo. Além da descoberta das novas cores, a menina também se descobre enquanto ser vivo, pois numa forma metafórica, deixa de ignorar os seus sentidos, como a visão, o olfato, entre outros.
Durante todo este percurso, observamos o desenvolvimento constante da personalidade da personagem, mas, principalmente a evolução do seu estado de espírito, que é visível desde o início desta história, e tudo isto também se reflete como as cores surgem ao longo da aventura.

O Mundo das Cores…

A Herança das Cores é uma banda desenhada, que retrata um problema atual que a grande maioria das crianças vive, transmitindo a mensagem de uma forma bastante simples e direta. Destaca-se a forma como David Revoy ilustrou toda esta história, o método utilizado para introduzir as cores ao longo da narrativa, que foi bastante bem conseguida e indo ao encontro do desenvolvimento desta aventura.
Toda a premissa é bastante simples, apesar das 50 páginas, apresentando uma leitura fluida e envolvente, possuindo uma moral e mensagem da história direta. Tal como David diz na introdução desta banda desenhada, esta não é uma estória que apresenta uma solução ao problema, mas uma reflexão do mundo em que vivemos, e como isto se reflete na vida de uma criança.
Em termos de narrativa, existem alguns elementos desta que ficam um pouco subentendidos, sendo que poderia haver um maior desenvolvimento ou grau de detalhe, de forma a compreendermos melhor todo o mundo que existe por detrás daquela menina.
Em suma, A Herança das Cores, é uma história bastante apelativa ao leitor, com uma mensagem direta, e com um tema (infelizmente) muito atual, que por vezes nos passa ao lado. Os apreciadores de BD’s de super-heróis, não esperem ver esse tipo de ação nesta história, apesar da nossa protagonista ser uma heroína neste mundo. Salienta-se também, o valor de compra de 3.99 euros (em FA BD), que é bastante apelativo e económico, para a versão digital. Ressalva-se também, que David Revoy, apresenta uma making-off deste livro, mostrando alguns dos rascunhos utilizados para a criação das personagens.
Por fim e não menos importante, não podemos deixar de agradecer à FA editorial, pelo apoio neste arranque da categoria de Colecionáveis.

8.0
Score

Pros

  • Permissa e moral da história bastante interessante
  • Ilustração das personagens e ambiente
  • Evolução e inclusão das cores (no momento certo), acompanhando o desenvolvimento da personalidade da protagonista
  • Leitura fluida
  • Preço da versão digital - 3.99 euros

Cons

  • Poderia haver um maior detalhe na narrativa da história

Related posts