Subscribe Now
Trending News
Análises, Colecionáveis

O Homem-Grilo e Sideralman – Análise

Como foi anunciado pela FA editorial, durante este ano vão haver várias bandas desenhadas a chegar ao site fabd.weon.pt. A sua terceira BD de 2021, intitulada de O Homem-Grilo e Sideralman, tal como os seus antecessores, já está disponível nas bancas online.

Esta banda desenhada, é uma BD peculiar, já que apresenta um crossover entre os dois heróis Homem-Grilo e Sideralman. Mas esta, ainda contém um conteúdo extra, pois podem contar com uma pequena aventura do herói Cricket Rider, a versão tokusatsu, manga ou mangá (como queiram chamar) do Homem-Grilo.

O Homem-Grilo e Sideralman, têm como autores Cadú Simões e Will respetivamente. O argumento de Cadú Simões e a arte de: Will, Vini, Jeff Batista, Santtos, Mário Cau, Juliano Kaapora, Omar Viñole, Enio Silva, Alexandre Coelho, e edição de Flávio C. Almeida e da FA, em português.

Apresentamos seguidamente um pouco os autores desta BD, Cadú Simões e Will. Cadú Simões, Carlos Eduardo da Silva Simões, é um autor e argumentista brasileiro, nascido em Osasco em 1982. É o criador do personagem Homem-Grilo, é um dos fundadores dos coletivos de desenhistas independentes Quarto Mundo e do site de banda desenhada online Petisco. Ganhou o Troféu HQ Mix de 2008 na categoria “Roteirista Revelação” pelo seu trabalho em Homem-Grilo e outros. A animação foi realizada por Sita Sings The Blues e Seder-Masochism. É também conhecida por desenhar para o Movimento de Extinção Humana Voluntária. Will, Wilson André Filho, nasceu em 1961, em São Paulo, no Brasil. Mais conhecido como Will, é um arte-autor brasileiro, é um dos fundadores do coletivo de desenhistas independentes Quarto Mundo e do site de banda desenhada online Petisco. Will começou a trabalhar em ilustração em 1989. Entre os personagens que criou, temos o super-herói Sideralman, publicado pela primeira fez em 2001.

Os Super-Heróis…

O Homem-Grilo e Sideralman, antes de iniciar o crossover, entre estes dois heróis, é nos dada uma pequena introdução do Mundo do Homem-Grilo, onde este herói, ao ser mordido por uma espécie radioativa, adquire poderes únicos, como a força e habilidades equivalentes a um grilo.

Mas ao contrário do que possam esperar, todo este Mundo é uma paródia dentro do universo dos super-heróis, pois de imediato o nosso protagonista dirige-se ao covil dos vilões à procura do seu principal rival.

Mas, ao chegar ao covil do seu antagonista, é surpreendido por uma super e ameaçadora armadilha, engendrada pelo seu rival que o deixa em apuros, deixando de imediato o nosso protagonista derrotado e estendido no chão.

Tal como no herói anterior, o Sideralman, também é apresentado numa curta aventura, para nos enquadrar no seu Mundo Heróico. Mas, ao contrário do Homem-Grilo, Sideralman habita num Mundo repleto de heróis, contudo, estes preferem divertir-se em vez de proteger o universo que habitam.

Tal irresponsabilidade, permite a um ser malvado, que chega de outra dimensão, tentar se apoderar de todo este Mundo e destruí-lo a seu belo prazer. No entanto, é neste momento, que o maior herói de todos chega, estamos a falar de Sideralman, o paladino cósmico que nunca tira férias.

Contudo, esta batalha apresenta-se mais difícil do que o nosso herói esperava, e talvez seja necessário a capacidade de união dos heróis de Nova-Luz, para derrotarem este super-vilão. Mas, tal não parece ser a solução, pois nenhum destes “heróis” levanta um dedo para ajudar Sideralman, ficando este cada vez mais esgotado para proteger a cidade. Como conseguirá escapar Sideralman das garras da malvada criatura de outra dimensão?

Seguidamente, é-nos apresentada a estória de crossover entre estes dois heróis, onde os dois se conhecem. Sideralman apresentando-se como o guardião de Nova-Luz, sempre pronto para lidar com os problemas que acontecem na cidade, e o Homem-Grilo apresenta-se como o maior defensor de Osasco City.

Nesta paródia, os nossos heróis, têm de defrontar os seus arqui-inimigos. Ambos os vilões, planeiam minuciosamente a forma como vão derrotar Sideralman e o Homem-Grilo.

No entanto, estes super-heróis, parecem ter um plano infalível para lidar com os “reis do crime”, baseando-se na premissa do autor Cadú Simões, os heróis tentam uma abordagem Sem Violência, porque todos os problemas podem ser assim resolvidos. Como tal, planeiam uma discussão com os vilões, e quem vencer, sairá vitorioso da disputa entre as forças do bem e do mal. Será algo tão simples que fará Sideralman e Homem-Grilo derrotar os seus arqui-inimigos? Será esta a melhor abordagem para derrotar os vilões?

O Sarcasmo…

Esta BD de O Homem-Grilo e Sideralman, nada mais é do que uma sátira e uma paródia sobre o Mundo dos super-heróis. Nela verificamos que as coisas que normalmente não damos valor, é o que permite a qualquer um ser um herói, mesmo não contendo superpoderes, o que leva a uma premissa bastante interessante, com o intuito de desconstruir todo o Universo dos super-heróis.

Esta banda desenhada apresenta uma ilustração bastante apelativa e interessante. Destaca-se também todo o Mundo que nos é apresentado, e a forma como este está construído como suporte à premissa brilhante mencionada anteriormente.

Contudo, a narrativa fica um pouco aquém da premissa apresentada, devido à forma sarcástica que esta é apresentada, perdendo por vezes um pouco a força da mesma.

De forma geral, O Homem-Grilo e Sideralam, é uma banda desenhada sarcástica que desconstrói facilmente o Universo dos superheróis, tal como o conhecemos, com uma premissa bastante interessante, podendo ser considerado um alívio cómico. Apesar das inúmeras referências a super-heróis, e heróis do Mundo oriental (de anime), que foram bem implementadas, com pena “minha”, a narrativa não corresponde com todas estas expectativas. Ainda assim, somos surpreendidos no final, como um estória extra, desta vez do Cricket Rider, e ainda depois do final deste são nos apresentados um extras, para elucidar a nossa mente.

Salienta-se também, o valor de compra de 4.99 euros (em fabd.weon.pt), que é bastante apelativo e económico, para a versão digital.
Por fim, e não menos importante, não podemos deixar de agradecer à FA editorial, pelo seu apoio na categoria de Colecionáveis da CaixaNerd.

7.0
Score

Pros

  • Premissa bastante interessante
  • Ilustração das personagens
  • Mundo bem pensado e construído, de uma forma sarcástica
  • Preço da versão digital - 4.99 euros
  • Extras

Cons

  • Narrativa não cumpre com o esperado
  • Devido a esta narrativa, algumas piadas não atingem o seu esplendor
  • Existem pormenores, quer nos heróis, quer nos vilões que poderiam ser mais explorados

Related posts