Subscribe Now
Trending News
Análises, TV

Arcane (1ª Temporada) – Analise

Nesta indústria dos videojogos sempre foi referida a palavra LOL, um dos maiores MMO que se encontram no mercado e que está sempre a receber imensos jogadores, porém eu nunca toquei no jogo, uma única vez. 

Tenho imensos amigos que comentam sobre a narrativa por trás deste famoso titulo, o que admito, deu-me sempre uma mínima curiosidade para o explorar, mas sendo que eu nunca tive interesse, acabei por nem se quer ler uma página do wiki ou algo do tipo.  

Foi então que foi anunciada uma serie que me parece a mim, só arrasta na superfície da densa lore que existe. Finalmente, uma oportunidade para perceber o porquê de tanto alarido. 

Bem-vindos a uma camada deste mundo 

Esta narrativa acontece em Piltover, uma sociedade que procura progredir ao seu ritmo, onde a tecnologia permanece sempre a evoluir, nela temos imensos cientistas que tentam fazer com que isso aconteça, mas de uma maneira segura e estudada. Contudo, existe a parte “má” desta cidade, onde se encontram os escombros da Sociedade, num local subterrâneo, Zaun.  

Neste local desprezado, pela classe social mais alta, encontramos as nossas protagonistas, Powder e Vi. Estas duas irmãs que tentam sobreviver neste local inóspito e que contam com a ajuda de dois rapazes, que se juntam para roubar objetos da superfície. Contudo, encolheram um laboratório que contem uma relíquia e que acidentalmente acaba por explodir esse mesmo edifício. 

Isto causa um desentendimento dos dois lados, onde Piltover quer que o responsável, seja imediatamente detido. No entanto, Vander (o suposto líder dos subúrbios), não permite tal coisa, já que ele mantém uma relação parentesca com este grupo de amigos.  

Esta escolha será o que vai culminar a mistura de eventuais acontecimentos, até o final do primeiro ato que termina de modo a provocar imensas mudanças. Contudo, seremos enviados para uns vários anos depois, após tais momentos.   

Um sonho concretizado para os fãs e uma experiencia inacreditável para os novatos

Desde o primeiro trailer que fiquei vidrado pela animação, houve algo que me agradou naquele estilo, à mistura de certos excertos que prometiam grandeza. Nunca pensei ficar entusiasmado em relação a algo referente ao LOL e assim me mantive até à aguardada estreia. 

Indo sem contexto fui apresentado aos vários personagens que me agarraram muito eficazmente, é incrível como uma empresa como a Riot que constrói estes personagens atrás das cortinas de maneira tão humana e o método de demonstrar isso através de fortes emoções e ligação entre eles, acaba por tornar-se credível.  

Falando em animação, esta é gloriosa, talvez uma das melhores já apresentadas nos pequenos ecrãs, desde ao design de personagens (sim, eu sei que ele está a adaptar de um produto já existente), aos fundos, a mistura do 2D e 3D, funcionam surpreendentemente bem. Os efeitos de fumo ou então de água, oferecem uma estética única e diferente a este mundo. 

A banda sonora, que acaba por acompanhar esta narrativa, desde a músicas épicas a temas mais ambientais. Foi um dos elementos que me mais fascinou, apesar de todo o reportório musical da empresa e utilização dos temas interpretado para promover o jogo. Grande parte está incorporado no mundo em si, momentos em que a música aparenta estar apenas a ser introduzida normalmente, quando de repente o som tem aquele efeito que está presente no local. 

O trabalho de voz da parte dos atores, está inigualável, sendo que não são estes quem interpretam os personagens no famoso MMO, contudo foram uma troca escolhida a dedo. Conseguem incorporar estes personagens e torna-las reais, contudo isto não poderia ser executado sem a escrita, que é tão natural e credível.  

É sentido que como referi anteriormente estes personagens são humanos, com os seus próprios ideais e passados. Não existe nenhuma ação que seja executada pela conveniência da narrativa. Ela é bem estruturada e não apresenta equívocos, algo inexistente e que pouco se vê em series de animação. Especialmente focadas para adultos. 

O que não esperava de todo era a maneira de como a serie seria estruturada, temos a capacidade de ver nos olhos de inúmeras personagens o seu ponto de vista, algo que torna as suas motivações mais credíveis, com isto refiro-me ao Silco, sem duvida uma das grandes surpresas da serie. Até me apeteceu-me fazer uma ovação de pé na ultima sequencia!

No entanto, não é só os personagens que fazem Arcane, o planeamento das sequencias está brilhantemente pensado, o “brincar” com a edição e enganar o espetador ou então preparar toda uma cena tensa como é a do ato final, aumentando o batimento cardíaco dos nosso corações. Este é sem duvida dos pontos mais fortes da serie.

Existem imensos detalhes no fundo que acabam despercebidos por mim, já que pouco sei sobre este universo (apanhei uma referencia ou duas), mas para quem adora a serie vai ficar pasmado a olhar para o ecrã e apontar com dedo e pronunciar as seguintes palavras: “eu conheço isto, é daquele tipo…”

Agora é aguardar por uma segunda temporada

Estou em pulgas para saber o que vai acontecer a seguir, a Netflix tem um diamante em bruto no seu catalogo e não tem noção disso, sinceramente é capaz de ser a melhor serie já exibida na plataforma de Streaming. Agora, o dilema será aguentar uns bons anos até a continuação desta empolgante narrativa.

Anseio ver mais disto 

Nesta temporada Arcane, agarrou-me e emocionou-me. Fiquei por vezes perplexo com algumas sequencias e a animação deixou-me de boca aberta do início ao fim. Espero que a segunda temporada (já confirmada), permaneça com esta qualidade porque caso assim seja temos em mãos uma obra prima da animação.  

Com certeza vai agradar “noobs” e os mais experientes.  

10.0
Score

Pros

  • Design das personagens e do mundo
  • Estilo de animação único
  • Desenvolvimento das personagens
  • Banda Sonora (aquela abertura, é sensacional)
  • Trabalho de voz dos atores
  • Estruturação da narrativa
  • O delineamento das sequencias
  • Inúmeras referencias que vão deixar os fãs em êxtase

Cons

  • O jogo da espera

Related posts